Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na Medida Certa

Na Medida Certa

02
Mai21

Passou um ano

NaMedidaCerta

Em abril de 2020 descobri que estava grávida. Em plena pandemia.  Ficamos super felizes. Pensei que ia ser "a minha coisa boa da pandemia".

Engolimos a felicidade e não contamos a ninguém. Já tínhamos passado por uma experiência demasiado traumática que também afetou muito os que estavam connosco. Mas a vontade era muita, estávamos todos confinados sem saber do futuro e queríamos partilhar a felicidade com a nossa família e amigos.

Um mês depois comecei com hemorragias e fui ao hospital. Da primeira vez desvalorizaram, não "parecia nada de preocupar". Mas durante a noite, mais hemorragias, desmaio... enfim, uma noite sem fim.

De manhã voltei ao hospital. Tive de entrar sozinha. O homem ficou no carro. O resto é gélido. Não havia nada a fazer. Segurei-me como pude até ao carro. E depois até casa.

Optei por não contar a ninguém. Estavam já todos a sofrer tanto com a pandemia e não queria causar ainda mais sofrimento. Se me arrependo? Não sei. Talvez um dia destes conte. Ou não.

Hoje senti necessidade. Porque, apesar de tudo, estou aqui a escrever com a minha filha mais velha ao lado. É sem dúvida o melhor que me acontece na vida. 

Mas há o outro lado. O dia da mãe também é isto. Também é sofrimento. Porque perdemos um filho, porque perdemos uma mãe ou porque nunca tivemos uma mãe.

Uma mãe de três, quem sabe um dia de quatro.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub